top of page

Celebrando a Afrocolombianidade em tempos de incerteza política: O futuro do Ministério da Igualdade

O Dia da Afrocolombianidade é uma ocasião significativa para celebrar a rica herança e cultura da comunidade afrocolombiana. É uma oportunidade para refletir sobre nossas raízes, reconhecer nossas conquistas e continuar lutando pela igualdade e pelos direitos humanos. Este ano, queremos aproveitar esta comemoração para abordar uma questão atual que afeta diretamente nossa comunidade: a situação atual do Ministério da Igualdade na Colômbia.


A história da comunidade afrocolombiana é cheia de resistência, criatividade e conhecimento que contribuíram significativamente para a construção da nação. Das artes à política, a influência afrocolombiana é inegável. Nossas tradições musicais, como a cumbia e o bullerengue, são não apenas um testemunho de nossa rica herança cultural, mas também uma forma de resistência e preservação da ancestralidade africana. A culinária afrocolombiana, com pratos como o sancocho e o arroz de coco, não só oferece uma abundância de sabores, mas também permite compartilhar a essência do “bem viver” com o resto do mundo.


Essa rica herança cultural é o fundamento sobre o qual lutamos pela igualdade e pelos direitos. Por essa razão, um dos maiores compromissos que o governo atual assumiu para proteger os legados e as liberdades dos povos étnicos é a criação do Ministério da Igualdade. Este departamento, liderado pela Vice-Presidente Francia Márquez Mina, representa uma ferramenta crucial para garantir que as políticas públicas reflitam e respeitem essa diversidade cultural. No entanto, seu processo de institucionalização enfrentou desafios significativos que comprometem sua continuidade dentro do quadro administrativo do Estado colombiano.


O que significa essa decisão?


No contexto do Dia da Afrocolombianidade, é crucial abordar uma questão que ressoa no coração da luta pela igualdade e equidade na Colômbia: a recente decisão da Corte Constitucional de anular a criação do Ministério da Igualdade. Esta decisão foi o foco de intenso debate político e jurídico devido a erros na emissão da licença fiscal. No entanto, a Corte concedeu um prazo até junho de 2026 antes que a decisão tenha efeitos definitivos, permitindo assim uma janela para correção ou ajustes legislativos. Embora a lei tenha sido declarada inconstitucional, a Corte adiou os efeitos de sua decisão para evitar uma desarticulação institucional que poderia afetar a implementação de políticas públicas destinadas a garantir os direitos das comunidades vulneráveis e marginalizadas, como as mães chefes de família e pessoas com deficiência.



Por que o Ministério da Igualdade é importante?


O Ministério da Igualdade é mais do que uma entidade governamental; representa um avanço significativo para a igualdade racial e de gênero na Colômbia. Sua missão é fortalecer políticas que assegurem que as comunidades afrocolombianas e outros grupos marginalizados tenham acesso equitativo a recursos e oportunidades. A Vice-Presidente Francia Márquez, uma líder simbólica dos direitos étnicos e ambientais, enfatizou que, apesar dos desafios legais, o compromisso com essas comunidades permanece firme e resiliente.

À medida que o Ministério da Igualdade se prepara para ajustar sua estrutura e cumprir com os requisitos legais, é um momento oportuno para refletir sobre como a inclusão e a equidade são essenciais para qualquer democracia. O Dia da Afrocolombianidade não é apenas uma celebração da herança cultural, mas também um chamado à ação para fechar as lacunas históricas que mantiveram a população afrocolombiana na pobreza e no esquecimento.


Impacto e Perspectivas


A situação do Ministério da Igualdade tem um impacto significativo na comunidade afrocolombiana. A existência deste ministério representa um passo importante para a inclusão e a igualdade. Sua possível extinção seria um retrocesso na luta para consolidar a justiça étnico-racial no país. Líderes comunitários e especialistas expressaram sua preocupação com a incerteza em torno do ministério. É fundamental que sejam feitas as correções necessárias para cumprir com sua missão e melhorar as condições de vida das comunidades mais vulneráveis.


Nosso Compromisso e Chamada à Ação


Na AfroResistance, reafirmamos nosso compromisso com a luta pela igualdade e pelos direitos da população afrodescendente. É crucial que continuemos a nos mobilizar e a exigir que o Ministério da Igualdade seja estabelecido na Colômbia e possa cumprir seus planos, programas e projetos propostos. Convidamos a comunidade internacional a acompanhar este processo para posicionar este compromisso histórico com a igualdade. A solidariedade transnacional, tanto institucional quanto civil, é essencial para enfrentar esses desafios.


O Dia da Afrocolombianidade não é apenas uma celebração da herança cultural, mas também um chamado à ação para continuar a luta por uma sociedade justa e equitativa. Enquanto celebramos as ricas contribuições da comunidade afrocolombiana ao tecido social da Colômbia, também devemos permanecer vigilantes e ativos em nossa demanda por estruturas governamentais que reconheçam e promovam os direitos de todos os cidadãos de forma igualitária. O Ministério da Igualdade, apesar da incerteza, continua sendo um símbolo de esperança e um lembrete de que a luta pela igualdade e justiça continua, necessitando do apoio constante de todos os setores da sociedade colombiana para garantir seu futuro e eficácia.


A AfroResistance está empenhada em continuar a informar e apoiar estes esforços, consciente de que a igualdade de direitos e oportunidades não é apenas um ideal, mas uma necessidade urgente que define o progresso da comunidade afro-colombiana.


QUER APOIAR ESTA CAUSA?

Compartilhe esta publicação! Use as hashtags #HacinamientoCarcelario #AfroResistance e marque seus amigos e familiares para que se juntem à causa.

Voluntários são bem-vindos! Junte-se à AFRORESISTANCE e colabore em nossas iniciativas para defender os direitos das pessoas com experiências de encarceramento.

Doe agora! Suas contribuições nos permitem fornecer apoio legal, psicológico e social às mulheres encarceradas e suas famílias.

Juntes podemos construir um futuro melhor!

Siga-nos no Instagram: @AFRORESISTANCE

Siga-nos no Facebook: @AFRORESISTANCE

Obrigado por fazer parte da família AFRORESISTANCE!

Bình luận


bottom of page